Amigos seguidores

quarta-feira, dezembro 08, 2010

Mundo cruel...

Foto: Reprodução do site 'Daily Mail'

Britânico é acusado de mandar matar a mulher na lua de mel

Um britânico é acusado de pagar para que sua mulher fosse morta enquanto estavam em lua de mel na África do Sul. Shrien Dewani teria oferecido dinheiro ao motorista de táxi Zola Tongo no dia em que eles chegaram à Cidade do Cabo. Anni Dewani, que era sueca, foi encontrada morta no dia seguinte, com um tiro na nuca.
Em uma audiência nesta terça-feira, Zola Tongo disse que levou o casal do aeroporto até o hotel, no dia 13 de novembro. Quando Anni se afastou, Shrien perguntou se o taxista poderia encontrar alguém para matá-la, e ofereceu US$ 7 mil - mas pagou apenas US$ 145, segundo Tongo.
O pai de Anni Dewani, Vinod Hindocha, participou da audiência desta terça-feira, no tribunal da Cidade do Cabo. Segundo a agência AP, ao sair, ele agradeceu aos sul-africanos que investigaram o caso, e a todos que ofereceram apoio à família. "Estamos muito confiantes com a investigação policial", afirmou, com os olhos molhados de lágrimas.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Posts Recentes