Amigos seguidores

sexta-feira, fevereiro 04, 2011

Mulher é libertada após passar 10 anos presa pelo amante

Uma mulher de 45 anos foi libertada na quinta-feira (3) em Mariluz (598 km de Curitiba), após viver cerca de dez anos em cárcere privado em uma casa. Segundo a polícia, Clarice Laura de Oliveira foi mantida prisioneira nesse período pelo amante, de 60 anos. A polícia chegou à casa depois que uma denúncia foi feita ao Creas (Centro de Referência Especializado de Assistência Social).
Quando a polícia chegou ao local, encontrou a casa com as portas e janelas trancadas. Ela também tinha muros altos e cães soltos no quintal. O local ficava na parte urbana do município, mas, segundo a polícia, era afastado das demais casas do bairro. "Apesar de a casa estar com janelas e portas fechadas, era possível ouvir vozes de uma mulher pedindo socorro. Com a chegada do homem que supostamente mantinha a mulher em cárcere, a casa foi aberta e a polícia constatou que, de fato, havia uma pessoa trancada lá", afirma o tenente Denis Wellington Viana.
Segundo a polícia, a mulher não demonstrava sinais de agressão física, mas estava com a saúde debilitada. No período, de acordo com a polícia, a mulher recebia apenas a visita de uma de suas irmãs, que disse para a polícia não ter denunciado o caso antes por medo. A polícia não soube precisar o período exato em que a mulher foi mantida presa na casa. Segundo a polícia, a mulher afirmou que foram quase dez anos. Já o amante disse que foram 15 e a irmã afirmou que foram quase 20 anos.
Depois de libertada, a mulher foi encaminhada para atendimento médico e psicológico. Durante a consulta, ela disse que era privada de qualquer meio de comunicação. Afirmou também que trabalhava em casa fazendo crochê. Na casa, foram encontrados um revólver e uma espingarda. O amante foi preso em flagrante por cárcere privado e porte ilegal de armas.

Compartilhe:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Posts Recentes