Amigos seguidores

terça-feira, maio 10, 2011

Uma homenagem ao gênio Garcia Lorca...



* Um  pequeno clipe com o poema "Alba" do genial Federico Garcia Lorca, assassinado pelos nacionalistas espanhóis aos 38 anos de idade, próximo a Granada (Espanha) em 1936, 
por ser homossexual e contra a política adotada por Franco, o sanguinário ditador 
que havia lançado a Espanha numa das mais sangrentas 
guerras fratricidas do século XX. 

"Alba (Traduzido)
Meu coração oprimido 
sente ao lado do amanhecer
a dor do amor 
e o sonho da distância.

A luz da aurora traz
viveiro de nostalgia
e de tristeza, sem os olhos
do coração da alma.

O tumulo grande da noite 
seu preto véu levanta
para esconder com o dia
a imensa cúpula estrelada. 

O que devo fazer sobre esses campos
tendo os ninhos e galhos
cercado pela aurora
a encher a noite da alma? 

O que vou fazer se tens os olhos
mortos às luzes claras?
e eu não ei de sentir em minha carne 
o calor das tuas miradas! 

Porque eu perdi você para sempre
naquela tarde clara? 
Hoje meu coração está seco
como uma estrela apagada!"

Nota do editor: Fiz a tradução para o português com os devidos ajustamentos gramaticais para possibilitar a concordância, não deixando de respeitar, todavia, a essência do que o autor quis dizer no poema. 

Nenhum comentário:

Compartilhe:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Posts Recentes