Amigos seguidores

sábado, abril 14, 2012

15 de abril de 1912. O dia da tragédia!

O naufrágio do RMS Titanic causou a morte de 1.517 de seus 2.229 passageiros e tripulantes em um dos desastres mais mortais em tempos de paz marítima da história. Os 712 sobreviventes foram levados à terra a bordo do Carpathia RMS. Poucas catástrofes tiveram tal ressonância e efeitos de longo alcance sobre o tecido da sociedade como o naufrágio do Titanic. Afetou atitudes em relação à injustiça social; alterou a forma de transportar passageiros pelo Atlântico Norte; mudou as regras para o número de botes salva-vidas a bordo de navios de passageiros e criou uma Patrulha do Gelo Internacional (onde os navios mercantes que cruzam o Atlântico Norte, ainda hoje, tem que alertar suas posições por rádio e comunicar qualquer visão de gelo na área). A descoberta em 1985 dos restos do Titanic no fundo do oceano marcou um ponto de viragem para a conscientização pública sobre o oceano e para o desenvolvimento de novas áreas de ciência e tecnologia. Este 15 de abril de 2012 marca o 100º aniversário do desastre do Titanic. Tornou-se um dos navios mais famosos da história com sua memória sendo mantida viva por inúmeros livros, filmes, exposições e memoriais. Este post, com dados do The Big Picture do Boston.com é um pouco disso tudo, num relato fotográfico do navio, passageiros, tripulação e o que sobrou da tragédia. Veja as fotos e legendas. (Foto acima é da Associated Press)


Momento em que o navio britânico de passageiros RMS Titanic deixa Southampton, Inglaterra, em sua viagem inaugural no dia 10 de abril de 1912. O Titanic passou primeiro por Cherbourg, França e Queenstown, Irlanda, antes de se dirigir para o oeste em direção a Nova York. Quatro dias depois, na noite do dia 14, ele bateu em um iceberg às 23:40 horas, 375 quilômetros ao sul de Newfoundland. Pouco antes de 02h20m do dia 15, o Titanic rompeu-se e afundou com mais de mil pessoas ainda a bordo. Dos que se jogaram no mar muitos morreram em minutos em consequência da hipotermia provocada por imersão no oceano quase congelado. A quase totalidade dos poucos mais de 700 sobreviventes foram os que conseguiram embarcar nos botes salva-vidas. (Foto da coleção de Frank O. Braynard)


Nesta foto datada de 1912, observa-se quando o navio deixa Queenstown em direção a Nova York. Foi a última que ficou do navio antes da tragédia que ocorreria 4 dias depois. Seus passageiros, incluídos alguns dos mais ricos do mundo, como os milionários John Jacob Astor IV, Benjamin Guggenheim e Isidor Strauss, eram em grande maioria imigrantes da Irlanda, Escandinávia e outros lugares procurando uma nova vida na América. O desastre foi recebido pelo mundo com indignação pela enorme perda de vidas e as falhas regulatórias e operacionais que levaram a ele. O inquérito sobre o naufrágio do Titanic começou poucos dias depois da tragédia e levou a grandes melhorias na segurança marítima. (United Press International)


Um ano antes trabalhadores deixam o estaleiro Harland & Wolff, em Belfast, onde o Titanic foi construído entre 1909 e 1911. O navio era o maior até então construído pela humanidade. O mesmo é visível no fundo desta fotografia de 1911. (Arquivo Fotográfico/Harland & Wolff Collection/Cox)


Na fotografia de 1912 uma das salas de jantar no Titanic. O navio foi projetado para ser a última palavra em conforto e luxo, com um ginásio on-board, piscina, bibliotecas, restaurantes de alta classe e cabines luxuosas. (The New York Times Foto Arquivo / American Press Association)


Nesta fotografia uma área de segunda classe no Titanic. Um número desproporcional de homens - mais de 90% das pessoas na segunda classe - foram deixados a bordo devido ao "mulheres e crianças primeiro" protocolo seguido pelos agentes de carga das embarcações salva-vidas. (The New York Times Foto Arquivo / American Press Association) 




Capitão Edward John Smith, comandante do Titanic. Não se tem algo concreto  sobre seu comportamento na tragédia. Muitas pessoas dizem que viram o comandante na ponte de comando do navio, outras pessoas dizem ter visto o comandante boiando ao lado de um bote salva vidas e outras afirmam ter visto o comandante se suicidando. Segundo um comandante de Baltimore de nome Peter Pryal, teria visto o capitão Edward numa estação de trem e que ainda lhe aconselhou de continuar sendo um bom capitão. Mas tudo indica que o capitão Edward tenha morrido na tragédia do Titanic. (The New York Times Arquivos)

Uma foto sem data do Primeiro Oficial William McMaster Murdoch, que é tratado como um herói em sua cidade natal de Dalbeattie, na Escócia, mas foi retratado como um covarde e assassino no filme multi-vencedor do Oscar, "Titanic". Em uma cerimônia realizada no aniversário de 86 anos do naufrágio do navio, Scott Neeson, o vice-presidente executivo do filme e os diretores da 20th Century Fox, entregaram um cheque de cinco mil libras (8.000 dólares dólares americanos) para a escola Dalbeattie, como um pedido de desculpas aos parentes do oficial. (Associated Press)


Acredita-se que esse tenha sido o iceberg que afundou o Titanic em abril de 1912. A fotografia foi tirada a partir do convés do navio Mackay Bennett, comandado pelo capitão DeCarteret. O Mackay Bennett foi um dos primeiros navios a chegar ao local do desastre e de acordo com o capitão DeCarteret este foi o único iceberg encontrado no local do naufrágio quando ele chegou. Assumiu-se, portanto, que tenha sido ele o responsável pela tragédia. (United States Coast Guard)


Os passageiros e alguns tripulantes foram evacuados em botes salva-vidas, muitos dos quais foram lançados ao mar apenas parcialmente preenchidos. Esta fotografia de botes salva-vidas do Titanic, que se aproximam do navio Carpathia com menos tripulantes do que poderiam ter, foi tomada pelo passageiro do Carpathia Louis M. Ogden na manhã do dia 15 e foi exibida durante uma exposição de imagens relacionadas com o desastre do Titanic, promovida em 2003. (National Maritime Museum/Londres) 


Setecentos e doze sobreviventes foram levados a bordo dos botes salva-vidas até o Carpathia. Esta fotografia também foi tirada por Louis M. Ogden. (National Maritime Museum / Londres)


Embora o Titanic tivesse características de segurança avançadas, tais como compartimentos estanques e portas ativadas remotamente, ele não tinha botes salva-vidas suficientes para acomodar todos a bordo. Devido a regulamentos ultrapassados ​​de segurança marítima, ele carregava botes salva-vidas suficientes para apenas 1.178 pessoas - um terço de sua capacidade total de passageiros e tripulação. Esta fotografia mostra um bote com tripulantes do Carpathia recolhendo passageiros já sem vida das águas. (Paul Treacy / EPA / PA)


Durante todo o dia 15 de abril de 1912 uma enorme multidão se mantinha reunida na frente do escritório da White Star Line em Nova York, para receber as últimas notícias sobre o naufrágio do luxuoso transatlântico Titanic ocorrido na noite anterior. (Associated Press)


Redação do The New York Times na madrugada do naufrágio, já sabendo o que havia ocorrido com o navio e preparando a edição que sairia com a notícia pela manhã. (The New York Times Foto Arquivo)


Na manhã do dia 15 multidões se postavam em frente do Edifício Sol, em Nova York, para ler as listas de possíveis sobreviventes. (The New York Times Foto Arquivo) 


Na noite do dia 17 de abril membros da imprensa entrevistam sobreviventes levados pelo Carpathia até Nova York. (American Press Association)


Eva Hart é retratada como uma criança de sete anos de idade nesta fotografia tirada em 1912 com seu pai, Benjamin, e sua mãe, Esther. Eva e sua mãe sobreviveram ao naufrágio, mas seu pai morreu no desastre. (Associated Press)


Um grupo de sobreviventes, entre os quais Laura Francatelli e seus patrões Lady Lucy Duff-Gordon e Sir Cosmo Duff-Gordon. Ainda no navio de resgate Laura Francatelli relatou ter ouvido um barulho terrível, um forte estrondo e gritos angustiados pedindo ajuda enquanto seu barco se afastava do Titanic na escuridão da madrugada. (Associated Press / Henry Aldridge e Filho / Ho)


Uma fotografia apresentada por uma Casa de Leilões em Wiltshire, Inglaterra, em 18 de abril de 2008, mostra um bilhete de passagem com ordem de imigração extremamente raro do Titanic. Eles foram os leiloeiros da coleção completa da última sobrevivente que mantinha memória viva do desastre. A coleção foi composta de uma série de itens importantes, incluindo um relógio de bolso, um punhado de ingressos para a viagem inaugural e o único exemplo de uma ordem de imigração. Lillian Asplund, na época do naufrágio uma menina nascida na Suécia, filha de pais americanos que retornavam a terra natal, era uma pessoa muito reservada, e por causa dos terríveis acontecimentos que testemunhou naquela noite fria em abril de 1912, raramente falava sobre a tragédia que ceifou a vida de seu pai e mais três irmãos.(Henry Aldridge & Son / Ho)

Fotografias de Felix Asplund, Selma e Carl Asplund e Lillian, no Casa de Leilões em 2008. As fotografias eram parte da coleção de Lillian Asplund que tinha 5 anos em abril de 1912, quando o Titanic bateu no iceberg e afundou em sua viagem inaugural da Inglaterra para Nova York. Sobreviveram ela, seu irmão gêmeos Felix e a mãe Selma. Seu pai e outros três irmãos estavam entre as 1.514 pessoas que morreram. (Kirsty Wigglesworth / Associated Press)


Um relógio de bolso de propriedade de Carl Asplund, é exibido na frente de uma pintura moderna do Titanic. O relógio foi recuperado do corpo de Carl Asplund, que morreu afogado no Titanic e fazia parte da coleção de Lillian Asplund. (Kirsty Wigglesworth Associated Press)


Um item doado para o Museu Nacional da Marinha em Greenwich, na Inglaterra, por Walter Senior, mostra um menu de almoço do navio assinado pelos sobreviventes do Titanic. (National Maritime Museum / Londres)

Abaixo vários objetos recuperados por exploradores e que foram leiloados neste mês de abril em Londres na passagem dos 100 anos do naufrágio










Em 1998 mergulhadores içaram parte do navio e mais 5 mil ítens dos destroços do Titanic



O que resta no fundo do Oceano
 





 Fonte: Boston.com

Nenhum comentário:

Compartilhe:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Posts Recentes