Amigos seguidores

segunda-feira, junho 11, 2012

E a Tainha apareceu em Itapirubá...

Itapirubá, a praia onde vivo, tem um núcleo de pescadores profissionais que todos os anos, a partir do mês de junho, ficam na expectativa da pesca da Tainha, um dos peixes mais cobiçados do Hemisfério Sul pela sua ova e porque se reproduz em lagoas, só saindo para mar aberto nos meses do inverno, quando viaja do Sul para o Norte em busca de águas quentes. A pesca se dá de duas formas: por rede de traineira, quando os pescadores vão para alto mar em suas lanchas para cercar o peixe, ou por arrasto, quando o peixe encosta na praia e é cercado por uma rede lançada ao mar por canoa e puxada pelos pescadores e colaboradores. Pois havia muito tempo que o arrasto não conseguia em Itapirubá tanto peixe, como conseguiu na última sexta-feira, dia 8. Mais de 5 toneladas foram capturadas para a alegria de todos. Essas fotos eu consegui no Facebook de Jairo Adenelson May, um tubaronense que como eu resolveu passar o resto de sua vida aqui na prainha.
 (Segue o post...) 


Essa foto mostra como se dá a pesca por arrasto. Depois de lançada ao mar por uma canoa a remo, cercando a manta de peixe, através de dois cabos a rede e trazida a praia por pescadores e colaboradores. O peixe vem ensacado entre a boia e o chumbo. Recolhido ele é vendido como arrecadação aos pescadores profissionais e uma boa parte é distribuída entre os colaboradores da praia. Entenda todo o processo vendo as fotos. 

Jairo May, o dono das fotos no Facebook em primeiro plano de camisa listrada. Ajudando a recolher o peixe. 





















Um comentário:

Ana Paula disse...

Te fartasse heim???

Compartilhe:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Posts Recentes