Amigos seguidores

quarta-feira, agosto 08, 2012

Acredite se quiser....

Essa história circula na Web com várias fotos. Está relacionada a um cidadão, morador da cidade de Ituiutaba, no interior de Minas Gerais, que em 1964,  em uma visita a concessionária Jorlan S.A. representante Chevrolet na cidade de Goiânia, no estado de Goiás, acabou por adquirir um Chevrolet Impala 0km com motor de 6 cilindros, 230 Turbo-Trift de 140 cavalos de força. Um carro que era um ícone para aquela época. Isso tudo para impressionar uma garota que ele almejava namorar. Contam que ele até conseguiu iniciar o namoro, mas quis o destino que a moça se apaixonasse por outro e o relacionamento entre os dois não vingou. O sujeito, desiludido, guardou o carro numa garagem e lacrou a porta. Nunca mais usou o carro, não deixava ninguém vê-lo e nem sequer tocava no assunto. Segundo os mais velhos ele chegou até mesmo a conquistar desafetos devidos aos rompantes de mau humor, quando alguém lhe perguntava qualquer coisa a respeito do carro. O veículo ficou guardado por pouco mais de 40 anos. O cidadão, que se chamava Hélio Guimarães, morreu ha poucos meses, doente e solteiro. Ao longo da sua vida solitária, vivendo de vários imóveis comerciais que alugava, teve apenas um caso com uma mulher e deste relacionamento corriqueiro nasceu uma filha que tardiamente foi reconhecida. Dias atrás a filha herdeira mandou desobstruir a porta da garagem, retirou o carro e mandou lavar. Para surpresa geral o estado de conservação está impecável, tudo original desde pneus e tudo o mais que puderem imaginar. Após lavar o carro, a nova proprietária guardou-o num cômodo comercial, e tem recebido inúmeras propostas de colecionadores. Vejam as fotos. Se a história é verdadeira, não sei, mas que o carro existe, existe, e como vocês poderão ver nas fotos, totalmente original. Siga o post. 










Como pode se ver o estado do carro é impecável, principalmente seu interior, que tem até o extintor de incêndio original. Por precaução andei visitando alguns blogs de colecionadores de carros e em vários deles encontrei essa história. Tem um, inclusive, que trás este depoimento de Bruno Kussler Marques, dizendo o seguinte:
"Sou de Uberlândia (coisa de 140 kms de distância de ituiutaba) e já tinha ouvido falar a história desse carro, mas nunca tinha visto fotos. Faz bastante sentido o estado de conservação do carro afinal aqui é quente, seco e é relativamente alto".





O motor 230 Turbo-Thrift seis cilindros de 140 cavalos de força, como não podia deixar de ser, ainda é o original de fábrica, aguardando apenas uma revisão para, quem sabe, voltar a rodar nas ruas.
 

3 comentários:

Fabricio K. Ramos disse...

Cara...esse história é muito louca mesmo...Coitado do Seu Hélio... Será que a tal garota merecia tudo isso?
Abraços

*Escritora de Artes* disse...

Incrível essa história...o carro está uma beleza!

Abçs

Marina Linhares disse...

Na verdade, ele ficou sem a mulher... e sem o carro...

Compartilhe:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Posts Recentes