Amigos seguidores

quinta-feira, junho 16, 2011

Imigrantes ou refugiados! Eles querem apenas ter uma vida melhor, mais digna!

Suas terras são devastadas por guerras, dificuldades econômicas, conflitos políticos ou colapso ambiental. Em muitos casos, ou eles escolhem sair, ou não tem escolha: acabam engolidos pelo processo da miséria ou mesmo morte. Podem ser chamados de imigrantes, refugiados ou pessoas deslocadas, não importa o rótulo! Alguns saem mesmo sem precisar, como aqueles que vão para países desenvolvidos buscar uma vida melhor. Os brasileiros estão entre eles. Já outros não. Saem porque vêem suas liberdades ameaçadas, passam fome ou são perseguidos politica ou religiosamente. Uma vez em suas novas "pátrias" enfrentam as dificuldades da transição, discriminação ou hostilidade. Os países que os acolhem estão, na verdade, sobrecarregados com as consequências econômicas e políticas do processo de chegada maciça de uma população muitas vezes esfomeada e doente. São fatos, e contra fatos não há argumentos. A imigração é um tema quente na corrida presidencial americana, e uma onda de recém-chegados da Líbia para Itália deixou a União Europeia quebrando cabeça com as decisões sobre o Acordo de Schengen, que permite viajar sem fronteiras entre os países membros. Reunidas aqui estão imagens de algumas das estimadas 214 milhões de pessoas em todo o mundo envolvidas no processo de redefinir o que "casa" significa para eles.
Equipes de resgate ajudam as pessoas no mar após um barco que transportava cerca de 250 imigrantes colidiu com rochas, quando tentava entrar no porto de Pantelleria, uma ilha ao largo da Costa Sul da Itália, em 13 de abril. A Itália está se esforçando para lidar com um afluxo maciço de imigrantes do norte da África, muitos dos quais arriscam suas vidas por todo o Mediterrâneo, muitas vezes tempestuoso. (Malavolta Francesco / AFP / Getty Images)


Os refugiados da etnia Guere se alojam com seus pertences dentro de um acampamento temporário criado em uma igreja católica em Duékoué, Costa do Marfim em 18 de maio. Eles foram expulsos de suas casas por soldados ou milícias étnicas, durante a luta de poder entre o ex-presidente Laurent Gbagbo e seu rival Alassane Ouattara.

Soldados levam uma mulher idosa síria encontrada ao tentar cruzar a fronteira para o norte do Líbano na vila fronteiriça de Arida em 19 de maio. A mulher e familiares fugiram de suas casas por medo de novas violências como resultado do regime anti-protestos em seu país. 

Afegãos, que foram apanhados por um barco patrulha da polícia marítima ao largo de Java, quando tentavam chegar à Austrália, caminham até um abrigo temporário próximo ao porto de Tanjung Perak em Surabaya, Indonésia. 


Um barco tunisiano com candidatos a imigrantes chega na Ilha italiana de Lampedusa. Um grande fluxo de imigrantes tem chegado a ilha provenientes da Tunísia desde a expulsão do presidente Zine El Abidine Ben Ali. 


Soldado italiano ajuda um imigrante tunisiano que se machucou tentando escapar do abrigo de imigrantes em Lampedusa. 


Uma imigrante etíope com seu filho de apenas duas semanas de idade no Centro de Detenção em Hal Far, Malta em 19 de abril. 


Agentes da Patrulha de Fronteira ao longo da fronteira internacional em Nogales, Arizona, Estados Unidos. 


Mais de 1000 imigrantes, principalmente africanos, no porto de Misrata, Líbia, esperando para embarcar em um navio da Organização Internacional de Migração. 

Cerca de 250 imigrantes em um barco se aproximando da pequena 
ilha italiana de Lampedusa.


Cidadãos hondurenhos esperando para preencher documentos ao chegar no aeroporto de Tegucigalpa, em 06 de abril, depois que foram deportados e levados em um avião fretado pelo Serviço de Imigração dos EUA. 


Um iraniano, imigrante ilegal, que foi detido com dezenas de outros depois que seu barco atracou em uma praia na ilha de Java, mantém seus filhos em um centro de detenção de imigrantes em Cilacap, Indonésia. A Indonésia é uma rota importante para afegãos, iranianos e iraquianos que buscam refúgio na Austrália.


Julio Cesar, um imigrante da Guatemala, senta-se em sua cama no único abrigo para os imigrantes na Cidade do México. Um grupo de 35 imigrantes da América Central esperam no abrigo para o visto prometido por legisladores mexicanos.


Voluntários escalam um costão rochoso da Ilha Christmas, na Austrália, durante uma tentativa de resgate de um barco de imigrantes naufragado. A polícia australiana acusou um homem por tráfico de pessoas em 12 de maio em relação com o acidente de barco que matou 48 requerentes de asilo. 

Um membro da Cruz Vermelha recebe uma mulher e seu filho num porto ao sul de Motril, Espanha. Cerca de 65 candidatos a imigrantes, incluindo 25 homens, 30 mulheres e 10 crianças vindos da África, estavam a bordo de um barco de pesca que foi interceptado ao largo da costa sul espanhola.  


Uma mulher somali, deslocada internamente, aparece com crianças fora de sua casa improvisada após inundações que atingiram Mogadíscio.


Dezenas de milhares de deslocados internos que fugiram de suas aldeias depois dos confrontos entre o Governo do Sudão e os movimentos rebeldes buscam proteção no campo de Darfur do Norte de Zamzam. Mais de 70.000 pessoas já fugiram dos combates na região ocidental de Darfur nos últimos três meses. 


Uma refugiada da Somália, com o rosto protegido pelo véu, protesta contra o Alto Comissariado da ONU em Nova Delhi. Os refugiados somalis que estão detidos em um campo na Índia exigem uma definição para os seus casos.  


Refugiados do Mianmar atravessam ilegalmente a fronteira com a Tailândia em Mae Sot. Campos montados na fronteira já são o lar de mais de 140.000 pessoas. Entre eles, vive a maioria da etnia Karen, que fugiu do seu país na década de 1990 por consequência de uma grande ofensiva do exército do governo de Mianmar contra a União Nacional Karen. 


Refugiados de Mianmar compartilham uma cama em seu quarto em um subúrbio de Kuala Lumpur, na Malásia. Refugiados de Myanmar podem ter a chance de mudar para a Austrália após o recente anúncio de que um acordo permitirá que 4.000 refugiados asilados na Malásia mudem para a Austrália durante um período de quatro anos. 


Uma criança refugiada da Síria ao lado das tendas em Boynuyogun, Turquia, num campo que foi montado perto da fronteira entre os dois países. 

2 comentários:

ευαγγελια disse...

We (living in our troubled Greece) are imigrants all over the world...and we are going to leave oyr country once again...to find a better life...
I felt every word you said...

Aclim disse...

Pois então...pois é...que coisa...incrível...nunca vi isso por aqui...nossa...terrível...um navio grande em boas condições ajudava...

Compartilhe:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Posts Recentes