Amigos seguidores

segunda-feira, maio 21, 2012

Um país de rara beleza...(2)

Dizem que nem seus próprios habitantes tem consciência desta magnitude da natureza, e isso pode ser verdade. Em grande maioria pobres e amontoados nas grandes cidades, poucos podem conhecer o que existe espalhado entre as montanhas do Himalia, na sua fronteira ao Norte, e o Golfo de Oman, bem ao Sul. Espremido entre Irã, Afeganistão, China e Índia, o Paquistão, apesar de belo, é um país predestinado a viver grandes catástrofes, principalmente pelo que o torna lindo: seus acidentes geográficos. A região leste do país encontra-se sobre a placa tectônica indiana, enquanto que as regiões oeste e norte estão no planalto iraniano e sobre a placa eurasiática. Os acidentes naturais encontrados no país incluem desde praias arenosas, lagunas e manguezais, na costa meridional, até florestas temperadas e os picos gelados do Himalaia, ao norte. Estima-se que o país possua 108 picos acima de 7 000m, cobertos por neve e geleiras. Cinco das montanhas do Paquistão ultrapassam os 8 000m. O rio Indo corta o país de norte a sul, descendo do planalto tibetano (Caxemira) até desaguar no mar Arábico. A oeste do Indo estão os desertos secos e acidentados do Baluchistão; a leste, o deserto de Thar. O Panjabe e partes do Sinde são formados por planícies férteis com importante atividade agrícola. O clima é variado, com invernos frios e verões quentes no norte, e com um clima ameno no sul, moderado pela influência do oceano. No centro do país, os verões são muitos quentes, com temperaturas que podem atingir 45 °C, seguidos de invernos bem frios, com freqüência abaixo de zero grau. A precipitação é baixa, em geral trazida pelas monções de sudoeste no final do verão. Todavia, em certas épocas, quando as moções se estendem por muito tempo o país é atingido por enchentes catastróficas. Sem dúvidas o Paquistão paga um preço por uma natureza tão exuberante. Mas vamos conhecer um pouco deste país tão maravilhoso quanto misterioso. Vale a pena!


O Lago Attabad
O belo lago foi formado devido a um deslizamento de terra no maciço Attabad, na aldeia de Gilgit-Baltistan, 14 km a leste de Karimabad. 


A Montanha K2
Uma dos maiores atrativos do país. É a segunda montanha mais alta da Terra, somente perde para o Monte Everest . Ela tem uma elevação do pico de 8.611m e nunca foi escalada no inverno.



Os Tabuleiros de Arroz
Características dos países asiáticos as plantações de arroz do Paquistão também acontecem em tabuleiros em virtude da maioria dos terrenos acidentados que existem no país. 


O Lago Karamber
O Karamber marca a fronteira entre os distritos de Chitral e Ishkoman. Tem quase 3 km de comprimento e se localiza a 4300 metros acima do nível do mar. As flores de outono dão um colorido todo especial ao lago. 


Os Acampamentos de Base
Algo comum de se ver no Paquistão são os acampamentos de base, que recebem alpinistas do mundo todo para as escaladas das montanhas do Himalaia. Até mesmo expedições que vão escalar montanhas em outros países costumam montar suas bases em território paquistanês. 



O Lago Dudiptsar
A palavra "Dudi" significa branco e "sar" significa lago. Este nome foi dado ao lago por causa da cor branca de neve nos picos circundantes. No verão, a água do lago reflete como um espelho. Fica no Kaghan Valley, em Khyber-Pakhtunkhwa.



A Auto Estrada de Makran
Makran é uma auto estrada litorânea de quase 1.000 kms. Considerada uma das mais importantes do país porque liga as cidades da costa do Mar do Arábia.  


Outono em Shangrillá, na Caxemira



As Dunas do Deserto no Vale do Shigar



A Nanga Parbat
A Nanga Parbat (de longe e próxima) é a nona montanha mais alta na Terra com uma elevação de cúpula de 8.126 metros (26.660 pés). É também um pico imenso que se eleva muito acima de seu terreno circundante.


Cachoeiras no Distrito de Kohistan




O Lago Sadpara
Essa é mais uma foto do Lago Sadpara, que já está na abertura do post. É um lago popular para a pesca e para relaxar na pequena ilha no centro. Fica na região Norte do Paquistão, próximo ao K2. 



Rio Indo
Nascido no Grande Himalaia é um dos maiores rios do mundo, com 2.900 quilômetros. Tem uma área de drenagem total de cerca de 450.000 quilômetros quadrados, dos quais 175.000 quilômetros quadrados se encontram nas montanhas do Himalaia e o resto nas planícies semi-áridas do Paquistão. 



As Montanhas habitadas da Região do Murree



Os Jardins Shalimar em Lahore




A Rocha no Deserto de Arror
A forma de rocha foi causada por forças naturais. Existe também um Santuário no topo. Na França, há uma rocha semelhante na costa do mar, causada por ondas enormes, mas no meio do estéril Arror essa formação virou algo surpreendente. 


O Vale Baltistan



O Glacier Biafo



A Face Norte do Nanga Barbat



Grande Trango Tower
A face leste da Grande Trango Tower apresenta a maior queda quase vertical do mundo. Fica localizado em Gilgit-Baltistan e é uma das montanhas mais difíceis de escalar. Uma atração perfeita para Base Jumping. Dois australianos bateram o recorde mundial de base jumping aqui em 1992. 



Templo Sikh em Hassan Abdal



O Rio Shigar



Linha Férrea entre Rohri e Quetta
Esta é uma incrível vista de um túnel e ponte sobre um rio na linha férrea de "Rohri para Quetta". Esta ferrovia passa por 20 túneis e 368 pontes. É o maior gradiente Ferroviário do mundo, e um dos passeios de trem mais belos da Ásia. Esta ferrovia também se estende a partir de Quetta para a Turquia até o Irã! 



O Vale do Saiful-Maluk, ao Norte do país




A Montanha Rakaposhi
A Montanha Rakaposhi (2 fotos) também é conhecida como Dumani e está situada no vale Nagar. 



Rio Kohistan



O maravilhoso Hingol National Park, em Baluchistan




Uli Biaho Towers
É um pico próximo ao Trango Towers e o Glacier Baltoro, nas áreas do norte do Paquistão. 


Rio Ushu, no Norte do país



Lago Mahodand


Vale de Baltistan Deosai



Vale do Naran


Ruínas do Forte Marot



Katas Raj Temple
Localizado a 40 km de Chakwaal, na faixa de sal do Paquistão, este é um dos muitos templos e locais de histórico interesse arqueológico na província de Punjab do Paquistão. 



Vale do Kaghan Shogran



O Vale de Hunza Karimabad



Rodovia no Shigar Valley



O Túmulo de Jahangir, em Lahore



O Lago Banjosa



A Montanha Rakhiot-Peak



O Vale do Phatan



O Deserto Frio de Skardu
Esta é uma das atrações turísticas mais belas das áreas do norte do Paquistão. Existem planícies de areia enormes em Skardu. No fundo você pode ver as montanhas cobertas de neve. Este é também é um dos maiores desertos do mundo.


Rio no Hingol National Park em Baluchistan


Garotos tomando banho em Bahrein


Montanha Falak Sher no Kalam Valley



Vale do Gilgit, Norte do Paquistão
 



Litoral de Gwadar, região portuária do Paquistão



Lago Hannah



Vale do Hunza Karimabad



A Capital Islamabad


Rio Jhelum, na Caximira



Lago Satpara, em Skardu


Lago Rush, a 4700m de altura, em Highest


Pico Laila


Rio Besham



Picos Passu, em Hunza


Lago Kachura (Shangrila Resorts), uma das regiões mais lindas da Cachemira.



Vale do Khaplu


Fonte: Universe, Google, Wikipédia

Compartilhe:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Posts Recentes