Amigos seguidores

quarta-feira, agosto 01, 2012

Citações...



"O poema começa com um nó na garganta" 
Robert Frost

6 comentários:

Marta disse...

Olá, Milton
Obrigada pela visita...
O poema pode começar com uma única palavra e torna-se num sonho, num desejo, numa paixão....
Até já
Beijos e abraços
Marta

Patricia Galis disse...

Muito interessante Milton.

Boa tarde, venho informar que o Blog Blogueiros que Pensam será excluido, tenho recebido muitas reclamações de pessoas dizendo que a forma de divulgação é demorada e outras coisas mais, no post ao se cadastrar esta bem claro a forma de como seria feito para que desse tempo dos seguidores verem eu divulgava 2 blogs de dois em dois dias, então peço a gentileza de retirar o banner do blog pois acredito que ao ser excluido vai aparecer uma faixa negra. Estarei fazendo um post no meu outro blog Cafe entre amigos, onde farei a divulgação de blogs que participarem do mesmo, assim acho mais justo para com quem esta sempre presente, agradeço o carinho e compreenção, caso ainda não siga o Cafe entre amigos o link segue abaixo.

http://www.cafeentreamigos.com/


ps: Milton essa mensagem enviei a todos para esclarecimento mas seu blog sera divulgado no Cafe entre Amigos ok, vc merece todo carinho seu blog é maravilhoso.

lis disse...

... ou um coice m naõ? rsrrs
é exatamente assim ,
tem poemas que são como vinhos posto sobre a mesa... degustamos bem devagarinho ou
pode dar essa nó que o poeta fala... rs
abraços Milton

claudete disse...

Obrigada pela visita e adesão , admirei a forma de jornalismo fotográfico e instigante do texto, na maioria das vezes é assim que tem inicio o poema que jorra das entranhas do poeta... Abraços. estarei aqui mais vezes, com certeza!

Isa Lisboa disse...

Poderosa essa foto! A frase também, mas é um nó que se desfaz e deixa um fio que nos conduz à paz!
Beijos

Marina Linhares disse...

Meus poemas começam com um "click", só dessa forma sei me expressar.
Grande post.

Compartilhe:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Posts Recentes